Sou Piloto Comercial, e agora?

Todo piloto recém habilitado passa por essa pergunta: “Estou checado, qual o próximo passo?”. Após uma longa jornada, desde as aulas teóricas de Piloto Privado até o cheque de piloto comercial, o aviador passa por diversos questionamentos.

Depois que o piloto passa pelo cheque inicial de PP – Piloto Privado, ele “desenha“ um plano a ser seguido até a conclusão do curso de PC – Piloto Comercial. Onde irá fazer as aulas teóricas de PC, estratégias de estudo, simulados, banca, CMA – Certificado Médico Aeronáutico – de 1ª Classe, além de quanto irá gastar, quanto tempo irá levar, “quanto vai custar meu MLTE?” (Que é o curso de adaptação e aperfeiçoamento em aeronaves multimotoras, afim de se obter essa habilitação, essencial à carreira profissional).

Essa série de planejamentos faz com que o piloto-aluno ocupe sua mente afim de trilhar o rumo certo até a obtenção da licença. Mas, e quando isso acabar, ou seja, quando estiver com a carteira de piloto comercial em mãos, o que fazer?

A vida pós PC

Diversas são as opções para que o piloto comercial recém habilitado acumule horas de voo. Porém o caminho mais rápido é ser tornar um instrutor de voo. A grande maioria dos pilotos de linha aérea já passaram pela instrução, e assim acumularam as horas necessárias para uma seleção em companhia aérea.
Muitos pilotos também optam por não fazerem o curso de INVA (Instrutor de Voo – Avião), pois é necessário um gasto extra no curso teórico e prático, e muitos não tem mais condições financeiras para fazê-lo.

Outra opção é voar de “saco“ (aquela gíria na Aviação onde se voa com um piloto mais experiente, muitas vezes só observando), afim de adquirir experiência no decorrer dos voos, em aeronaves distintas, voando por instrumentos, operando em pistas com diferentes dimensões e pavimentos, aumentando a proficiência na fonia e fraseologia, a rotina de voo, aprendendo o preenchimento da documentação da aeronave, Diário de Bordo, abastecimento, peso e balanceamento, etc.

Este é um caminho que demanda um pouco de sorte, pois muitos pilotos não contam com o suporte de aviadores mais experientes. Um “padrinho” que tenha a boa intenção de passar um pouco de sua experiência profissional é raridade.
A terceira sugestão são os táxis aéreos. Estes demandam poucas horas de voo, e pilotos pouco experientes geralmente podem ser contratados. Mas, a realidade do táxi aéreo brasileiro é que nos últimos anos vem passando por diversas dificuldades, e com isso, poucas contratações. Porém, há uma perspectiva de melhora nos próximos anos, que faz com que essa seja uma opção também.

E por último, uma última sugestão é ser copiloto de alguma aeronave da aviação executiva. Isso faz com que você tenha experiência a cada voo, acumule horas de voo e que possa chegar à uma carreira mais sólida.

A importância do Inglês

A palavra que pode definir a importância da língua inglesa na Aviação é: ESSENCIAL! Não importa a área que o piloto deseja trabalhar, o inglês é de suma importância, tanto para a leitura de manuais, check lists, e dependendo de onde vai voar, com a fraseologia. Nas companhias aéreas o inglês é item básico, tanto que muitas seleções, há fases que são feitas exclusivamente em inglês.

O teste de proficiência da ICAO é um assunto que assusta muitos pilotos, mas aqueles que querem almejar um espaço na Linha Aérea têm que passar por ele, atingindo o nível mínimo exigido pelas empresas (Level 4).

Até mesmo pilotos da aviação agrícola que querem voar em aeronaves mais complexas, como as turboélices, devem ter uma boa noção do Inglês. Por isso, caso o piloto recém checado comercial não tem ainda o nível de inglês necessário, este deve conciliar o estudo desta língua com os outros objetivos inerentes à atividade do aviador, para que seu caminho seja menos árduo.

Painel de uma aeronave Air Tractor. Nota-se que a escrita é toda em inglês.

O que não fazer?

É notado no decorrer dos anos que pilotos recém-checados ficam quase que desesperados para voar. Por isso ficam à mercê de aproveitadores, que fazem com que esses pilotos que buscam experiência, voem por um salário muito baixo ou em condições inapropriadas. Você, piloto comercial recém-checado, fique atento às propostas muito tentadoras, pois podem ser um “barco furado”.

Pessoas aproveitadoras existem em todos os ramos comerciais, e na aviação não é diferente. Fique atento a manutenção das aeronaves que irá voar, documentação, planejamento de voo, condições meteorológicas da rota, destino e alternativa e, sempre que tiver alguma dúvida, não hesite em perguntar. Nunca aja sob condição de dúvida, pois isso pode acarretar em acidentes ou situações as quais você não irá querer passar.

E, não menos importante, seja ÉTICO. Controle as suas palavras, fofocas, críticas e brincadeiras fora de hora podem fazer com que sua reputação fique em cheque.

Conclusão

Em um artigo voltado para pilotos recém-checados, nós do AviationCult queremos passar apenas algumas dicas e opiniões pessoais de pilotos comerciais e de linha aérea que estão no mercado há algum tempo. Você pode concordar ou discordar de alguns pontos deste texto, mas nossa intenção é apenas ajudar.

Muitos de nós já passamos por situações desagradáveis as quais desejamos que você, que está entrando na aviação comercial, não passe.

Estamos preparando uma ´serie exclusiva sobre como funciona toda a jornada de um piloto que se candidata para a linha aérea. Iremos mostrar tudo que ele passa, desafios e estudos. A intenção desta série é ajudar os aspirantes a piloto de linha aérea, a trilharem esse caminho com mais segurança e assertividade.

O primeiro vídeo que irá desencadear este série já está no ar, gratuitamente. É o vídeo sobre empregabilidade e prepara na aviação. O vídeo mostra como está o mercado de trabalho hoje e para os próximos anos na aviação. Para conferir agora este vídeo, acesse clicando aqui.

Caso tenha alguma sugestão ou opinião a acrescentar, fique a vontade, deixe nos comentários. Siga nossas redes sociais também, por lá sempre postamos informações interessantes e o passo a passo da AviationCult. Aproveite bem seu dia, aviador!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Continue Conectado

Artigos Relacionados